“Eu adoro bordar!”

“Legal… você faz ponto-cruz?”

“Não…”

“Ah, não? Então, o que você faz?”

Acho que muitas de vocês já devem estar familiarizadas com essa resposta. Eu não entendo porque o ato de bordar virou sinônimo de quem faz ponto-cruz. Eu não tenho nada contra a técnica, pelo contrário, já fiz muita coisinha com esse ponto, mas existem muitos outros estilos. Na verdade, a variedade de estilos de bordados é tão grande que muito provavelmente vou precisar de muitas vidas pra satisfazer a curiosidade de conhecer todos os tipos.

Uma das técnicas que tem me encantado bastante, é o bordado com fita. Em inglês, esse tipo de bordado é conhecido como “Silk ribbon embroidery”, mas acho que, aqui no Brasil, deveríamos chamar o bordado simplesmente de bordado com fita, já que a seda (“silk”) está muito distante da nossa realidade. Além de não ser disponível aqui, é cara e muito cara. Então, só nos restam as famosas fitas de cetim. Nesse caso dê preferência por fitas de face simples, feitas de poliamida (fuja das fitas de poliéster!), pois são mais macias e facilitam o seu trabalho. Quem tiver sorte de encontrar as fitas de poliamida “Ponto e Fita” da Progresso, fique feliz, mas não muito, pois só existem na largura de 3 mm. A verdade é que, na falta de opções, a gente se vira como pode… e isso a gente já sabe fazer muito bem pra tudo!

Para o deleite das apaixonadas por bordado em fita, aqui vai o trabalho mostruário para uma aula oferecida no último evento de patchwork que aconteceu em São Paulo, a 5a. Semana Senac de Patchwork.

For those of you who love ribbon embroidery, this is a sampler I made for a class. The ribbons are single face satin ribbons.

About these ads